FERNANDA ALTENFELDER

 

Fotógrafa paulistana, Altenfelder extrai de sua frenética rotina de São Paulo, a poesia que muitas vezes nos escapa aos olhos. Em caminhadas pela cidade, com olhar atento e em meio à notas do cotidiano, extrai musicalidade em forma de pixels. Sempre teve o olhar voltado à arte cotidiana, porém apenas como apreciação. Contudo, há nove anos atrás, Fernanda passou a registrar o cotidiano de forma livre e criativa. Artista autodidata, ela busca nas linhas sua inspiração para fotografar objetos e pessoas. Em um mundo de selfies, a fotógrafa prefere buscar sentidos no instante. Seu trabalho vem conquistando grandes horizontes em exposições que percorrem o mundo virtual e físico. Participou em exposições em São Paulo, Manaus na 28° Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Preto e Branco, Foz do Iguaçu na 28° Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Cores onde recebeu Menção Honrosa. Em 2014, teve suas fotografias publicadas no livro Essência e Memória – Antologia luso-brasileira de fotografia, Vol. IV com exposições e lançamentos no Brasil e Portugal. Em 2015, participou no Festival Instantes em Avintes, Portugal. Co-produziu o livro e a exposição “A vida num instante” do fotógrafo português, Fidalgo Pedrosa. Além de Pedrosa, Altenfelder tem grande admiração pelo fotógrafo Sebastião Salgado, a quem considera um ícone da fotografia.Sempre ouve teve o olhar voltado à arte cotidiana, mas era apenas apreciação. Contudo há seis anos atrás Fernanda passa a registrar toda a arte cotidiana de forma livre e criativa.
O momento de fotografar é uma incógnita, por isso tem a sua câmera portátil como companheira inseparável. Engana-se quem, no primeiro olhar, acredita que suas imagens são frutos de recursos sofisticados e alta tecnologia.
Artista autodidata, buscou nas linhas a sua inspiração para fotografar objetos e pessoas. Com mais frequência o primeiro que o segundo. Em um mundo de selfies , Fernanda prefere buscar sentidos no instante.
Seu trabalho vem conquistando grandes horizontes, em exposições que percorrem o mundo concreto e virtual. Já expôs em São Paulo, Manaus (28ª Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Preto e Branco), Foz do Iguaçu (28ª Bienal de Arte Fotográfica Brasileira em Cores, com menção honrosa) e este ano atravessa o Atlântico para desembarcar em Avintes, Portugal no Festival Instantes.
Co-produziu o livro e a exposição, “A vida num instante”, do fotógrafo português, Fidalgo Pedrosa, do qual tem grande admiração. Tem ainda fotografias publicadas no livro Essência e Memória – Antologia luso-brasileira de fotografia – volume IV com exposição e lançamento nos dois países em 2014. Além de Fidalgo Pedrosa, tem uma grande admiração por Sebastião Salgado o qual considera o ícone da fotografia.

Exibindo 1–40 de 82 resultados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
WhatsApp chat